Relacionamento a Distância, você acredita?

Relacionamento a Distância, você acredita?

Vamos falar de relacionamento? E de relacionamento a distância, você acredita que pode dar certo?

O namoro a distância

Eu acredito sim, que o namoro a distância pode dar certo. Mas eu não tive sempre este pensamento. Pois é, antes de eu me encontrar nessa situação, eu acreditava que era a coisa mais difícil do mundo namorar com alguém que não esta perto de você. Pensava em como seria possível confiar em alguém longe se perto já tinha sua dificuldade? E na hora da saudade? E naquele almoço de família no Domingo, ele não ia estar lá ou no aniversário de namoro, ou qualquer outra situação típica de um relacionamento “comum”.

Sabe quando todas aquelas frases lindas sobre o amor te fazem sentido mas você ainda não as sentiu de verdade pra saber como é?  Comigo acontecia e ainda acontece muito. Digo que ainda não descobri o que é o amor de verdade, estou descobrindo cada dia mais. Engraçado que quando você se coloca em uma situação que nunca se imaginou antes, se abre a novos ideais e formas de pensar.

Vivia dizendo as minhas amigas que eu não conseguiria estar uma relação assim pois me considerava extremamente ciumenta e dependente da pessoa que eu fosse namorar. Pois então, as coisas mudam, não temos aquele ditado: – “Nunca diga nunca?” ou então aquele: – “morder a língua”?, as duas serviram pra mim. Hoje, me encontro no melhor relacionamento que já tive, a distancia. 

distancia

Com certeza não estamos juntos em todos os momentos que gostaríamos, mas a gente se faz muito presente um na vida do outro, pelo telefone, redes sociais, computador e até cartas. Sabe o que eu mais gosto nesse tipo de relacionamento? O encontro, passam os meses e você ainda continua sentindo o mesmo frio na barriga, a mesma ansiedade de chegar de quando se viram pela primeira vez. A melhor coisa é que como os dias são contados não tem tempo pra brigas bobas, pra “ai to de mau humor”, porque você quer aproveitar cada segundo que estão juntos.

postsegredook

Desde que comecei a namorar a distancia, eu notei que quando se tem esse tipo de relacionamento você passa a respeitar os limites. Tudo acontece mais devagar, que acredito que é o melhor jeito de tudo acontecer, pelo menos pra mim, pois sempre que entrava em um namoro entrava de cabeça e esquecia da minha vida, vivia pra eles e por eles, e quando terminava ficava sem chão e tinha que recuperar tudo de novo.

A distância me permite amar ele e continuar a me amando também, tiro meu dia de salão, meu dia das amigas, o dia da família, o de estudar, o de “não fazer absolutamente nada, mas sozinha”, coisas que vez ou outra deixamos de fazer por pensar que “é só dessa vez” e quando vemos não lembramos a última vez que fizemos. Consigo o meu espaço e consigo dar o espaço que ele também precisa, e quando ficamos juntos é o nosso momento, curtimos tudo juntos, até não fazer simplesmente NADA.

A saudade sempre tá ali, até dias antes do próximo encontro e o minuto seguinte da despedida. Mas a gente consegue administrar, quem realmente ama/gosta faz dar certo, mais os dois precisam estar nessa juntos, como em qualquer relacionamento, a única diferença é que os namoros a distância requer uma coisa a mais, o “empenho” de querer estar um perto do outro.

Para um relacionamento a distância dar certo você precisa de maturidade, confiança, paciência e amor. <3 Acredito que esses são os elementos essenciais, lógico e tem todos os outros que compõe os relacionamentos.

A gente aprende a cada dia que passa um pouco mais sobre como agir nesse tipo de relação, tem dias que erramos como qualquer outro relacionamento comum. Mas a vida é assim, a gente aprende e cresce juntos e assim vamos construindo uma base mais forte e um relacionamento mais intenso e maduro.

relacionamento a distancia - aviao

A distância faz ao amor aquilo que o vento faz ao fogo, apaga o pequeno, inflama o grande.Roger Bussy-Rabutin , Histoire amoureuse des Gaules. Paris: Garnier, 1868

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *